terça-feira, 27 de novembro de 2012

Cadernos de Santiago #2

Parece que há um relação entre o nome deste blog e a frequência com que tenho escrito ultimamente. Tenho ido a casa poucas vezes. Ninguém disse que era fácil. Ninguém pensou que ia ser desta forma. Aprender em cada dia. Viver cada momento.

Cadernos de Santiago #1

Habitua-mo-nos ao nascer do sol de todos os dias. Sempre ali esteve. E sabemos que, enquanto formos capazes de o ver, ele ali estará. Por muito que chova.
Há dias em que é difícil lembrar-me disso. Há atitudes que ajudam a esquecer.

sábado, 3 de novembro de 2012

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

As coisas de que sinto a falta


É nos momentos em que o tempo teima em correr demasiado lento que surgem recordações de ti, a abordagem nunca é suave e há quase sempre um rasto de desilusão. Não é contradição lembrar-me de uma pessoa alegre, é o resultado de discussões que não resolvemos e que me maceram serenamente o espírito.
Eis o que me faz sentir triste: saber que se fizer alguma coisa mal, não estás cá para refilar comigo nem limar as arestas do meu erro. Saber que se quebrar não estás cá com as tuas palavras que me endureciam o orgulho. Saber que as decisões foram tomadas pelas circunstâncias e não pelas pessoas. Saber que em alguns momentos tiveste razão e eu o neguei.
Ensinaste-me muito sobre mim e por isso criei uma ligação emocional face a ti tão forte que me doeu ouvir o que eu já sabia que pensavas. Virá o tempo de entenderes que não o podes saber todo. Estou cá, quero continuar por cá. E vou-te mostrar que há várias formas de se estar certo, que podemos nunca chegar a saber as verdadeiras razões que nos levaram a um sítio, mas que pode fazer todo o sentido estarmos ali.

Santiago #1


Estou por Santiago de Compostela há quase duas semanas e ainda não tinha tido oportunidade de vir visitar o blog. Já estou instalada mas ainda não tenho internet em casa. Há tanta coisa que vos quero contar que não me chegará o tempo por agora. Os últimos dias pela Guarda foram bem intensos: aulas de condução todos os dias e carta na mão na quinta-feira. Verteram-se muitas lágrimas na despedida dos amigos e família sexta-feira e disse adeus aos pais no sábado. Já estou a entrar em paranoia por não conseguir vir à net falar com todos eles! Para já não irei a casa nas próximas semanas, mas este fim de semana os meus pais vieram visitar-me. Custa saber que estou tão longe de casa, mas estou a adorar as aulas e o ambiente, há imensos portugueses e anteontem foi o primeiro jantar oficial. Juntámos primeiro e segundo ano de medicina e eramos mais de 50! O pessoal é muito acolhedor e avizinha-se um ano em grande, assim espero.

domingo, 2 de setembro de 2012

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

E o meu sábado será assim


Aula de condução logo de manhãzinha. Começar o dia com manobras perigosas, ahah.


Hands on Approach à noite. Feira de S. Bartolomeu, Trancoso. Não conheço bem a banda, mas a Jéssica dá boas referências e com ela é divertido de qualquer das formas.

*Bom Fim de Semana*

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Das boas surpresas


Costumo dizer que as pessoas são como os ovos kinder: trazem sempre surpresa. Mas as maiores surpresas não vêm das pessoas que consideramos melhores ou dos momentos que achamos imperdíveis. As boas vêm de onde menos se espera, de uma direção que nem estamos habituados a olhar, para nos alertar que tudo tem mais do que um sentido, que há diferentes tipos de chocolate e que cada tipo deve ser disfrutado com cuidado para não menosprezar. 

Obrigada às pessoas que têm a capacidade de me surpreender.

Se há um mês me dissessem que íamos verter lágrimas juntas, ia achar uma má piada. Hoje guardei o momento.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

terça-feira, 7 de agosto de 2012

A guerra dos espelhos




Não, não é o nome de nenhum filme de ação ou terror. É a fase em que as minhas aulas de condução andam. Não estão a correr terrivelmente mal, embora tenham momentos menos bons, o que acho que é normal. 
Este ano bem posso esquecer uma semaninha de praia, o verão vai ser todo ele dedicado a um objetivo: tirar a carta. E se o código me roubou quase um mês de férias, a condução irá além de agosto e talvez mesmo até ao início das aulas, se não mais, o que se pode tornar complicado estando em Santiago. Espero mesmo ter a carta antes de ir para a faculdade!

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Gosto




Gosto dos dias em que durmo bem e acordo cedo. Gosto de fazer caminhadas pela manhã. Gosto de pessoas bem dispostas. Gosto de música. Gosto de sol. Gosto do bronzeado. Gosto de férias.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Pré-Universariedades #2

         Olá Santiago de Compostela!


Passaram alguns dias desde o meu último post e já algumas coisas mudaram. Segunda-feira matriculei-me na universidade de Santiago de Compostela no curso de medicina. Santiago não fazia realmente parte do sonho, mas tornou-se na melhor opção quando se levantaram as barreiras de que já vos falei em relação a Salamanca.
Inicialmente, a ideia de ir estudar para a Galiza causou-me grande estranheza por não conhecer a zona, por se falar galego e não castelhano, e por à partida não conhecer ninguém que ali fosse estudar. Em relação a Salamanca, tinha lá amigos, já tinha estado várias vezes na cidade e estava-me a habituar ao castelhano há tanto tempo que não seria esse o pormenor que mais iria atrapalhar.
Talvez tenha idealizado demasiado sobre Salamanca que custou olhar numa nova direção. O certo é que a cidade de Santiago é bastante bonita e as pessoas na universidade se mostraram simpáticas.
Toda a família gostou da ideia de ir estudar para lá, só que os 400km que nos irão separar não irão poder ser contornados com tanta frequência…

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Pré-Universariedades #1


“Parece que uma bruxa te viu”
Disse-o a minha mãe e não foi à toa. Se a manhã correu devagar entre momentos de pânico e nervos, acabou bem. Foi dia de exame de Código e passei! Assim sendo, e uma vez que ganhei esta bela viagem à que aqui chamam na brincadeira Cidade do Código, perdi uma outra viagem: à Universidade de Salamanca.
Fui admitida numa primeira fase em medicina dentária nesta universidade, ou pelo menos é o que o sistema diz, e como eu não podia ir fazer a matrícula hoje, foi lá a minha mãe. O certo é que regressou tal como foi. Não a deixaram fazer a matrícula porque uma lei que saiu há bem pouco tempo, já depois dos exames espanhóis (Selectividad) deste ano estarem feitos, diz que a candidatura deve ser feita exclusivamente com exames deste ano. O meu exame de química é de 2011…
Ora, nada disto tem lógica e das candidaturas que fiz só se aplica a Salamanca e a Valladolid (por as comunidades serem todas autónomas, cada uma faz o que bem entende), as universidades mais perto e sendo Salamanca a predileta. O mais estranho é que o meu nome saiu na lista de admitidos, mas a universidade não aceita a matrícula. Fui apanhada mais do que desprevenida, atraiçoada por uma lei que saiu quando já estava tudo pronto. Já ouvi chamarem pelo advogado, por lhe chamarem burla. Já se pensa na alternativa que se deixou fugir (medicina, Santiago de Compostela) e vê-se, ainda que com estranheza e muito ao longe, a que ainda se poderá agarrar (medicina, Barcelona).
Entrave atrás de entrave, estão-se a gerar muitos problemas não só no meu caso, como com pessoas em situações bem parecidas. E foi apenas há uns dias que deram conta de se terem enganado na minha nota de biologia numa diferença de 8 valores (escala de 0 a 10). Mas claro que só se “aperceberam” porque foi reclamado. Sabemos que os espanhóis não gostam de portugueses a mais nas universidades de medicina deles, mas um pouco de (já nem digo sensatez) competência não faz mal a ninguém. Já ouviram falar do processo de Bolonha?
Devo estar imersa numa maré de azar. Dizem que um nunca vem só. Prova provadíssima. Salve-se o código.

PS: Já há algum tempo que não tinha realmente tempo para escrever. Hoje estiquei-me um pouco.

domingo, 22 de julho de 2012

That's it!*



"Por vezes, penso que o coração humano não passa de uma simples prateleira. Só lá podemos colocar um determinado número de coisas, antes que algo caia, e não temos outro remédio se não apanhar os cacos."

Jodi Picoult in No seu Mundo

segunda-feira, 16 de julho de 2012

quarta-feira, 11 de julho de 2012



Este blog tem andado um pouco adormecido nos últimos dias… mea culpa, tenho ando a estudar código (tem de ser!).
Ontem soube que a minha nota da selectividad de bíologia ia ser alterada para bem melhor (uf!), Espanha cada vez mais perto!

terça-feira, 3 de julho de 2012

Estes dias


Por uns problemitas técnicos não pude postar em alguns dos últimos dias do desafio ‘As Amantes do Verão’ e estive um pouco afastada do blog. Devo dizer que gostei muito de participar e que gostei ainda mais da linda pulseira feita pela Sofia Carvalho que vou receber!

Entretanto, passou a primeira fase dos exames nacionais… Estou-me a consciencializar de ter de ir á segunda, apesar de as notas só saírem daqui a uma semana. Por outro lado, saíram as notas da selectividad e as notícias não foram as melhores. A nota de biología seria péssima se eu não tivesse a noção de que o exame correu bem e alguma coisa de errado se passou. Por lo tanto, estou à espera de uma segunda correção e a tentar ser otimista.
Ainda não vos falei também das minhas aulinhas de código. Pois, comecei na semana passada e tem sido assunto para me ocupar estas férias que mal começaram.
Nos intervalos destes estudos de verão aproveita-se o sol, que é o que temos de melhor!

segunda-feira, 25 de junho de 2012

#25. Da minha Janela no Verão


Vivo numa zona em que cada casa tem um jardim e em que cada vizinho gosta de se dedicar à jardinagem por algum tempo que seja. Assim, da minha janela veem-se manchas verdes pelas ruas, acompanhadas de árvores e muita flor!

quarta-feira, 20 de junho de 2012

E essa fuga de informação, gente?

Pelos vistos, houve alunos de Fafe e Guimarães que, bem antes da hora do exame de português, foram avisados por SMS que ia sair Os Lusíadas e qual o excerto! 
E agora?, o mais provável é que nem se resolva nada... -.-
Ainda não recebi nenhuma mensagem sobre o que vai sair amanhã em matemática. 'Tou à espera, 'tá?!

#20. As minhas Leituras de Verão

Adoro ler e tenho o hábito deixar para o verão o que não tive tempo para ler em quando estava em aulas. Neste momento tenho na mesinha de cabeceira Julie e Julia, da Julie Powell.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

#18. Amores de Verão



Como diz um amigo meu, somos diferentes no Verão, talvez seja por termos mais tempo livre. No entanto, é uma altura tão propícia a paixões como qualquer outra...




PS: Saiu "Os Lusídas"! Grr! Mas pronto, não foi mau de todo, vamos esperar para ver o resultado.

domingo, 17 de junho de 2012

Caros Srs. Professores do GAVE,


Venho por este meio apelar à vossa consciência para que o exame de português a realizar amanhã à tarde não caia em desgraça. Deste modo, solicito-vos um exame sem esquisitices de maior grau e com temas inspiradores.

#17. As melhores férias de verão



O sonho de adolescente é o de percorrer essa Europa fora de mochila às costas com os amigos. Visitar as cidades mais conhecidas, aldeias remotas, sítios exóticos. Conhecer hábitos diferentes, pessoas estranhas... Estar num lugar diferente a cada dia.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

#14. A Praia do meu Verão

Para este ano ainda não está nada decidido. Podia novamente ser esta. 
Armação Pêra - Praia dos Pescadores 2010


terça-feira, 12 de junho de 2012

segunda-feira, 11 de junho de 2012

"After all this time?"
"Always."

#11. As Tardes de Verão



Imagem retirada aqui.

É tempo de ver um filme, atualizar-me numa série, retomar a um livro, visitar os avós, lanchar com um amigo, escrever um pouco, tirar uma fotos, comer um gelado, apanhar sol. É tempo de ter saudades da praia!

domingo, 10 de junho de 2012

Em 480


Ontem foi o dia dos exames da selectividad, exames que contribuem para a média nas candidaturas para Espanha. O exame que era preciso que me corresse bem, assim parece que correu. Agora é esperar para ver a nota no final do mês.
Como já tinha ido no ano passado conhecia um pouco melhor o sistema, mas vejam só: estavam ali 480 portugueses que queriam ir estudar para Espanha! Mais 100 que no ano passado. São portugueses, gente. Muitos vão para Espanha porque em Portugal lhes cortariam as asas ao sonho. Só na Catalunha há mais vagas de medicina que no nosso país inteiro!

Como adoramos o facebook

Fui lá agorinha para partilhar uma foto tirada na semana passada e reparei que tinha mensagens de parabéns de amigos, pessoas que conheço, pessoas que nem sei quem são, ... Serei só eu a ir ao facebook tão poucas vezes que nem me lembra o ritual do feliz aniversário?

#10. As Manhãs de Verão



Imagem retirada aqui.

Uma leve brisa no início do um dia solheiro e muita preguiça em quem adormeceu tarde!
Lá fora cantam pássaros que passam despercebidos a quem já por eles passa, consigo ouvi-los daquiNo vale dos lençóis, espreguiçasse quem ainda aí mora, é tempo de levantar. Não se ouviu o despertador. Venha o café...
E se o dia não é de dormir até tarde, segue-se um despertar temprano para uma caminhada com a mãe, um pouco de música ou o retorno ao estudo, se ainda é tempo de exames nacionais ou código.

sábado, 9 de junho de 2012

#9. O meu cabelo de Verão


Fonte: imagem retirada aqui.


Tenho-o comprido e gosto usar solto ou apanhado.

sexta-feira, 8 de junho de 2012

No fim pensamos sempre [desde] o princípio


Acabou a jornada pelo secundário.
Dos olhos reluzentes surgem as lágrimas que não podem mais ser contidas. Perdemos as defesas e um forte abraço tenta recompensar o já sentido paladar da saudade, demasiado doce, incrivelmente amargo.
Lembramos os trilhos que percorremos e as lutas que travámos. Ouvimos velhas histórias. Loucas. Fantásticas.
Completámos um ciclo, e mesmo após tantas gargalhadas conjuntas, sentimo-nos despedaçar com um simples toque.
É a despedida.
Olhamo-nos. Queremos ficar só mais um pouco, mas o tempo não espera. E assim como este ano passou a correr, um novo ciclo irá começar para todos muito em breve.
Posso agora dizer que apesar de sentir derrota, levo comigo os maiores troféus. Levo-os guardados no coração. São estes os amigos que pretendo que permaneçam mais do que uma vida, porque, neste momento em que escrevo, é a cara de cada um que surge na minha mente, devolvendo-me o sorriso.
São o melhor de mim.


#8. Festas, Arraiais e Festivais de Verão

Visitas à feira de S. Bartolomeu (Trancoso em Agosto) já são tradição da família e dos amigos. Adoramos quando há bons concertos!! Que tal um apelo para um melhor cartaz este ano que o que vimos no ano passado? ;D

quinta-feira, 7 de junho de 2012

quarta-feira, 6 de junho de 2012